Pular para o conteúdo principal

Aécio Neves encabeça lista de pedidos de investigação no STF.

O senador Aécio Neves, atual presidente do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), e o senador Romero Jucá, atual presidente do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), são os políticos que acumulam o maior número de pedidos de investigações no Supremo Tribunal Federal (STF).

Aécio Neves e Romero Jucá foram citados nos depoimentos de delação premiada de ex-diretores da Odebrecht, no âmbito da Operação Lava Jato.

Nas denúncias apresentadas ao Supremo, Aécio é acusado pelos crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro. Executivos da  Odebrecht dizem que Aécio recebeu pagamento de vantagens indevidas em seu favor e em benefício de aliados políticos em troca do apoio do parlamentar em assuntos de interesse da empreiteira. O presidente do PSDB também é acusado de ter participado de um esquema para fraudar processos licitatórios, mediante organização de um cartel de empreiteiras, na construção da Cidade Administrativa de Minas Gerais.

Jucá é acusado de ter recebido quatro milhões de reais para atuar segundo os interesses da Odebrecht. O presidente do PMDB também teria recebido, segundo o Ministério Público, dez milhões de reais da Odebrecht e da Andrade Gutierrez por ter atuado, junto com outros parlamentares, em favor da empresa no episódio da licitação da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio.


Aécio Neves disse, por meio de nota, que considera importante o fim do sigilo sobre o conteúdo das delações. Segundo o comunicado, a divulgação das colaborações premiadas foi solicitada pelo próprio parlamentar ao ministro Edson Fachin na semana passada. Ele também considera que assim será possível desmascarar as mentiras e demonstrar a absoluta correção de sua conduta. 

Por meio de nota, Romero Jucá disse que sempre esteve e sempre estará à disposição da Justiça para qualquer informação. "Nas minhas campanhas eleitorais, sempre atuei dentro da legislação e tive todas as minhas contas aprovadas", disse o parlamentar.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações da Agência Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Apresentador Paulo Henrique Amorim foi demitido da Record?

O jornalista e apresentador Paulo Henrique Amorim teria sido demitido da Record por ter falado mal do juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro. Segundo informações divulgadas no Facebook, o profissional foi punido porque chamou o ministro de analfabeto. A publicação diz ainda que Paulo Henrique Amorim é um "verme esquerdopata, inútil para TV e para a Nação". Entre outras ofensas.
Vamos direto ao ponto. É verdade ou não que Paulo Henrique Amorim foi demitido da Record? A resposta para esta pergunta, no momento, é NÃO! 
Quem já acessou o canal do jornalista no Youtube sabe que ele não esconde sua opinião, sempre expõe seu ponto de vista e parece não estar preocupado com uma possível rescisão de contrato com a emissora do bispo Edir Macedo, publicamente aliada do governo Bolsonaro. Mas isso não vem ao caso. 
Enfim, essa história de que Paulo Henrique Amorim foi demitido da Record por ter chamado Moro de analfabeto é mais uma fake new…

Tempestade deixa três mortos no Rio de Janeiro.

Notícia - As fortes chuvas que atingiram a cidade do Rio de Janeiro na noite de ontem (6) deixaram pelo menos três mortos. Em Guaratiba, na zona oeste, uma casa desabou, matando duas pessoas e deixando dois feridos. Já na comunidade da Rocinha, na zona sul, um deslizamento de terra matou uma pessoa. Próximo dali, no morro do Vidigal, as chuvas provocaram deslizamentos de terra que atingiram dois ônibus na zona sul. Os veículos foram atingidos em dois pontos diferentes por terras e árvores, na Avenida Niemeyer, que liga o Leblon a São Conrado.
Dentro de um dos ônibus, que foi esmagado por uma árvore e onde os bombeiros ainda não conseguiram entrar, acredita-se haver dois passageiros, de acordo com o prefeito Marcelo Crivella. Em outro ponto, a pista da ciclovia Tim Maia foi derrubada e caiu no mar.
Com os acidentes, a Avenida Niemeyer está completamente interditada. Desde a noite de ontem, o município está em estágio de crise, o mais grave de uma escala de três níveis. As informações …

Lula não irá a São Bernardo após decisão do Supremo Tribunal Federal.

Lula não irá a São Bernardo após decisão do STF. Corpo do irmão do ex-presidente foi sepultado no início da tarde.