Ministério identifica dezenas de marcas de azeite com irregularidade.

Por todos os seus benefícios, o azeite de oliva é um produto que deveria estar presente à mesa do brasileiro. Agora foi revelado que dezenas de marcas, que estão nos supermercados, foram consideradas irregulares pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. 

O órgão identificou irregularidades em 45 marcas de azeite das 140 coletadas, em 12 estados e no Distrito Federal. Segundo informações do jornal "Extra", o uso de óleo vegetal com azeite lampante, extraído de azeitonas deterioradas ou fermentadas, que não deve ser destinado à alimentação, foi a fraude mais comum praticada pelas empresas envazadoras fiscalizadas pelo ministério.

Segundo o ministério, na primeira semana deste mês, foram recolhidos 243 mil litros do produto com suspeita de fraude.

Ainda de acordo com o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, o azeite de oliva pode ser classificado em três tipos: extra virgem, virgem, lampante.

Para obter mais informações, ouça a reportagem completa no vídeo acima.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.