Advogado condenado a 9 anos de prisão por morte de bailarina é solto.

Ceará - O advogado, que foi condenado pela morte de uma bailarina em Fortaleza, foi solto nesta quinta-feira (04/05). Wladimir Lopes de Magalhães Porto deveria cumprir pena de 9 anos e 2 meses, mas sua pena foi extinta devido à demora no julgamento.

Wladimir estava preso desde o ano passado.

A mãe  da bailarina Renata Maria Braga, Oneide Braga, lamentou a situação da Justiça em todo país. Ela disse que fez tudo o que pôde para que o advogado pagasse pelo crime. 

Wladimir Porto estava preso na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, antigo o Presídio Militar, no Complexo Penitenciário de Aquiraz. 

A Justiça concedeu o alvará de soltura, e o acusado deixou o presídio por volta das 12h30, acompanhado de advogados.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações do G1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.