Mãe e padrasto são presos suspeitos de matar menino e simular sequestro.

A mãe e o padrasto são os principais suspeitos da morte do próprio filho, um menino de apenas 9 anos. O crime foi cometido na sexta-feira (19), na casa onde a família morava em Goiânia, GO.

O padrasto, um jovem de 20 anos, confessou o crime. Em depoimento, ele disse que matou o menino asfixiado com um lençol. Depois, colocou o corpo em uma caixa de papelão e o abandonou em um matagal perto da residência. 

Segundo o delegado Valdemir Pereira, o padrasto disse que enforcou o menino a pedido de sua mulher, de 27 anos. 

O delegado Jerônimo Borges disse ao 'G1' que o casal foi à Central de Flagrantes, onde registrou um boletim de ocorrência dizendo que o menino tinha sido sequestrado.

Na delegacia, a mãe deu detalhes sobre o suposto sequestro. Ela disse que no momento em que foi levado, o filho estava com o padrasto. 

Segundo a mãe da criança, quatro homens em um carro os abordaram. Ela disse também que o menino estaria sendo levado por conta de uma dívida do companheiro dela, de R$ 1,6 mil. 

A mãe contou ainda que chegou a conseguir juntar metade do valor, mas como os sequestradores não entraram em contato, ela foi à polícia. Entretanto, houve contradições nos depoimentos.

Depois o padrasto acabou confessando que matou o menino a pedido da mãe. O casal foi preso. Na manhã desta segunda-feira (22), a Polícia Civil faz diligências para esclarecer o caso.

Washington Luiz,
Repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.