Rosinha Garotinho é condenada e perde os direitos políticos.

Rosinha Garotinho, ex-governadora do Estado do Rio de Janeiro e ex-prefeita da cidade de Campos dos Goytacazes, foi condenada por improbidade administrativa. No mesmo processo, o ex-secretário de Comunicação Ricardo Bruno também foi condenado.

Por unanimidade, a 15ª Câmara Cível determinou que Rosinha e Ricardo a suspensão dos direitos políticos por 5 anos. Eles também devem ressarcir os cofres públicos em R$ 165.979,44, acrescidos de correção monetária e multa de 1% ao mês. 

Em 2004, de acordo com o Ministério Público, quando se aproximava o 2º turno das eleições municipais, o governo promoveu o cadastramento e distribuição de benefícios do "Cheque Cidadão" e do "Morar Feliz" e distribuição de material escolar. Diante disso, a Justiça do Rio concluiu que os réus praticaram ato de improbidade administrativa.

Rosinha Garotinho e Ricardo Bruno podem recorrer.

Outro lado

Rosinha disse, por meio de nota, que estranha que o Ministério Público esteja agindo em nome do jornal O Globo, em vez de defender os programas sociais como o Restaurante Popular, frequentemente atacado pelo referido jornal. 

Na época, o jornal "O Globo" publicou uma matéria intitulada "Além dos limites", no qual criticava a utilização de programas do governo para fins eleitorais.

Ainda de acordo com a nota, Rosinha Garotinho vai recorrer da decisão.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.