Estado Islâmico reivindica ataques ao Parlamento e a mausoléu no Irã.

Notícia Internacional ⇒ O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou hoje (7), por meio de sua agência Amaq, o ataque ao Parlamento do Irã e o atentado suicida contra o mausoléu do aiatolá Ruhollah Khomeini.

Os dois ataques foram feitos por combatentes do grupo jihadista, informou a Amaq, que entrevistou "uma fonte de segurança" da organização. Pelo menos sete pessoas morreram, baleadas por homens armados que invadiram o Parlamento do Irã, no centro de Teerã, e fizeram vários reféns, segundo fontes parlamentares citadas pelas agências semioficiais Ilna e Tasnim.

Ainda não está claro o número de pessoas que invadiram e atacaram o mausoléu, mas a televisão estatal informou que um deles era um homem-bomba. Com informações da Agência Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carlos Villagrán, o Kiko, do "Chaves", morreu? Não, é boato.

Avião que levava a cantora sertaneja Marília Mendonça é interceptado em Jundiaí.

Neymar participa de atividade física no campo com outros jogadores.