Lava Jato ➟ Nova fase investiga fraudes na merenda escolar no Rio.

PF cumpre mandado de prisão contra fornecedor de merenda no RJ
Olá pessoal. A Polícia Federal realiza na manhã desta quinta-feira (01/06) mais uma fase da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

Esta fase, denominada de Ratatouille, tem o objetivo de desarticular um esquema criminoso de desvio de recursos destinados ao fornecimento de merenda escolar e alimentação de detentos nos presídios no estado do Rio de Janeiro, tendo como contrapartida o pagamento de propina a autoridades públicas.

A operação é feita em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal. O alvo da ação são duas empresas: Mazan e Milano.

Os agentes cumprem um mandado de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão, expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, 7ª Vara Federal Criminal do Rio, nos bairros da Barra da Tijuca, do centro da cidade, em Ipanema e no Leblon, no município do Rio, e nas cidades de  de Mangaratiba e Duque de Caxias.

As investigações indicam o pagamento de pelo menos R$ 12,5 milhões em vantagens indevidas a autoridades públicas por um empresário do ramo de alimentação que mantinha contratos com o governo do Estado do Rio. Com informações da Agência Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.