Aécio Neves classifica decisão do Supremo de "agigantamento" do Judiciário

Olá pessoal. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) voltou a fazer críticas à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) . 

O parlamentar voltou a criticar o STF após a decisão do plenário do Senado, de se posicionar sobre as medidas tomadas pelo tribunal de afastamento do mandato e recolhimento domiciliar noturno.

Por meio de nota, Aécio Neves classificou de "desequilíbrio entre os poderes" e "agigantamento do Judiciário" o julgamento da 1ª Turma do Supremo que, por 3 votos a 2, aceitou pedido da Procuradoria-Geral da República e afastou o senador de suas atividades legislativas.

Segundo o senador tucano, a decisão ignora "fatos novos", como as gravações dos executivos da JBS Joesley Batista e Ricardo Saud, as quais, segundo ele, "desacreditam as provas anteriormente utilizadas". Conforme o comunicado, as delações dos funcionários da empresa ocorreram em um contexto "absolutamente obscuro e ilegal".

De acordo com Aécio Neves, a decisão do STF, além de "inconstitucional", é uma "perigosíssima presunção de culpa".

A votação do caso está marcada para a próxima terça-feira (3), mas o plenário da Suprema Corte deve se posicionar de modo prioritário sobre a autorização de afastamento parlamentar, como defendeu o ministro Marco Aurélio Mello. Com informações da Agência Brasil.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.