TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Imagem
 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, assinou ontem (21) uma resolução suspendendo as consequências legais para quem não votou nas eleições municipais de 2020 e não justificou ou pagou a multa. Entre suas justificativas, a medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas Eleições 2020, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade, obstáculos para realizarem a justificativa eleitoral”. O texto da resolução sobre o assunto considera ainda a “dificuldade de obtenção de documentação comprobatória do impedimento para votar no caso de ausência às urnas por sintomas da covid-19”. A norma não estipula prazo para a suspensão das sanções para quem não votou e não justificou ou pagou multa. A medida ficará vigente ao menos até que o plenário do TSE vote se aprova ou não a resolução assinada por Barroso. Isso não deve acontecer antes de fevereiro, devido ao rece

Por ciúmes, homem mata a ex com 36 facadas na frente das filhas.

Homem mata a ex por ciúmes com 36 facadas na frente das filhas
Homem é preso após matar a mulher em Mongaguá, no estado de São Paulo. A vítima, identificada como Simone Rodrigues, foi atingida por brutalmente por 36 facadas. O assassino, identificado como Ivan Rodrigues, matou a vítima na frente das filhas do caso, uma criança de 6 e outra de 12 anos. 

Simone, de 31 anos, havia se separado de Ivan, de 42 anos, faz aproximadamente 1 ano. Segundo informações da polícia, ele não aceitava o término da relação. Por isso, Ivan invadiu a casa da ex-mulher e resolveu matá-la. O crime ocorreu  no bairro Jardim Mutinga, em Osasco, na madrugada desta terça-feira (05/12).

 - Continua depois da publicidade -


A polícia prendeu o ex de Simone depois de receber informações dando conta que ele estava em uma residência no bairro Itaguaí. Ivan estava com as mãos enfaixadas devido a vários ferimentos causados pelos golpes. 

O delegado Ruy de Matos disse que ele confessou o crime. Ivan disse a polícia que a vítima estava em um novo relacionamento amoroso e movido pelo ciúme, matou a ex-esposa.

O caso foi registrado na delegacia de Osasco. Ivan Rodrigues foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e poderá pegar até 30 anos de reclusão. Com informações do portal G1.

Leia também:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?