BOATO: Maioria dos 'votos nulos' anula a eleição e os candidatos não podem concorrer novamente.

Todos sabem que, em nosso país, há tempos, observa-se uma grande insatisfação com a política. Muito se discute a importância do voto como ferramenta para construção de um futuro melhor para todos. Pode-se afirmar que, em razão disso é extremamente importante a participação do cidadão no processo eleitoral. O que podemos resumir como voto consciente.

Atualmente, observa-se que muitos se aproveitam do descontentamento da maioria da população com os atuais governantes para propagar ideias que não condizem com a realidade. Pode-se mencionar, por exemplo, rumores de que o voto nulo da maioria é suficiente para anular a eleição e impedir candidatos de concorrer ao pleito. 

Mensagens incentivando o voto nulo têm circulado pelas redes sociais e WhatsApp há tempos. Porém, "a eleição só será cancelada quando a maior parte dos votos ficar nula em razão de uma irregularidade/cassação da chapa do vitoriosa. Caso contrário, os votos não são considerados válidos. E para decretar a vitória de um candidato, só os válidos interessam, de acordo com informações do portal de notícias G1". Cabendo ressaltar que os votos brancos e nulos são excluídos da conta.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), todos esses votos (nulos e brancos) serão descartados e ganhará o candidato com o maior número de votos válidos. Ou seja, mesmo se mais de 50% dos eleitores votarem nulo, a eleição não é anulada.

Sendo assim, podemos concluir que está história de que a maioria dos votos nulos anula eleição e impõe novo pleito com outros candidatos é FALSA. Mais um boato que circula pela internet.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carlos Villagrán, o Kiko, do "Chaves", morreu? Não, é boato.

Fátima Bernardes ajuda família de ladrão morto por mãe policial? Não!

Avião que levava a cantora sertaneja Marília Mendonça é interceptado em Jundiaí.