Juízes com casa própria recebem auxilio-moradia de R$4.377.

Juízes têm direito ao auxilio-moradia mesmo tendo imóvel na cidade onde trabalha. Mesmo não sendo é ilegal, o recebimento deste benefício no valor de mais de R$4 mil reais divide opiniões.

Na lista de magistrados que recebem o benefício, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. A questão é que o eminente magistrado é proprietário e reside em seu apartamento, que fica  próximo ao seu trabalho. O benefício deveria ser concedido nas localidades em que não houver residência oficial à disposição do magistrado. Cabendo ressaltar que a possibilidade de instituição do auxílio-custo/moradia está prevista no inc. II do art. 65 da Lei Complementar n. 35/79 (Lei Orgânica da Magistratura).

Opiniões contrárias não devem causar danos as partes. Segundo o jornalista e comentarista, Reinaldo Azevedo, "nada menos de 26 ministros de tribunais superiores são donos de imóveis em Brasília, mas, mesmo assim, recebem o auxílio-moradia, de R$ 4.377,76". 

Os juízes estão amparados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que regulamentou que cada magistrado tem direito de requerer o auxilio-moradia de R$ 4.377,73. "A referida ajuda de custo vem sendo paga por diversos tribunais em patamares díspares, acarretando injustificável tratamento diferenciado entre magistrados," afirma o CNJ. 
Também, segundo entendimento do ministro Luiz Fux, todos os juízes do país tem direito ao benefício. Para o ministro do Supremo Tribunal Federal, não conceder o auxilio-moradia estaria criando uma diferenciação entre os juízes.

A decisão final sobre a concessão do auxilio-moradia a todos os magistrados deve ser julgada pelos ministros do STF em março.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.