Bolsonaro diz que insumos da CoronaVac chegarão nos próximos dias

Imagem
O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na tarde desta segunda-feira (25), que os insumos necessários para a fabricação da vacina CoronaVac estão próximos da liberação pela China e devem chegar ao Brasil "nos próximos dias". A informação, segundo o presidente, foi repassada pela Embaixada do país asiático.  Além dos insumos da CoronaVac, o presidente disse que os ingredientes farmacêuticos ativos (IFA) da outra vacina em uso no Brasil, a produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, também estão com trâmite acelerado para que possam ser enviados da China.  Com a chegada da matéria-prima das duas vacinas, tanto o Instituto Butantan quanto a Fundação Oswaldo Cruz poderão produzir, envasar e rotular milhões de doses da CoronaVac e do imunizante da AstraZeneca.   Também pelas redes sociais, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, compartilhou a publicação de Bolsonaro e destacou que o seu país continuará a ajudar o Brasil no combate à pandemia. Nos últi

FAKE NEWS: Gleisi Hoffmann pediu para o Estado Islâmico soltar Lula.

A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um assunto que segue repercutindo em vários lugares do mundo. Desde que o juiz federal Sérgio Moro determinou sua prisão e a Polícia Federal cumpriu a decisão, muitos petitas e admiradores de Lula acreditam que trata-se de um caso político, já que ainda não se encerram todos os recursos jurídicos cabíveis. Lula foi condenado em segunda instância, mas ainda pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça e ao Supremo Tribunal Federal. 

Não bastasse o cenário de incertezas. Uma onda de notícias falsas têm se espalhado pelas redes sociais. Recentemente, disseram que a senadora Gleisi Hoffmann pediu para o Estado Islâmico invadir o Brasil e soltar Lula. Os rumores começaram a circular depois que a então presidente do Partido dos Trabalhadores aparece em um vídeo divulgado pela TV Al Jazeera dizendo que a pisão do ex-presidente Lula é injusta. 

Ocorre que no vídeo, em nenhum momento, Gleisi Hoffmann pediu para o Estado Islâmico soltar Lula. A petista fala sobre o que ela considera ser um golpe de Estado. O fato dela ter aparecido em uma rede de televisão defendendo o ex-presidente não é nenhum crime. Cabendo ressaltar que não seria nada inteligente solicitar apoio de um grupo terrorista publicamente. 

Sem mais delongas, essa história dando conta que a senadora Gleisi Hoffmann pediu para o Estado Islâmico invadir o Brasil e soltar Lula é mais um boato maldoso que circula pelas redes sociais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?