Notícia: Pente-fino identifica mais de 151 mil pagamentos indevidos do BPC.

Após cruzamento de informações, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) identificou mais de 151 mil suspeitas de irregularidades no pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC). As irregularidades foram apontadas nos registros de pessoas com renda per capita superior a meio salário mínimo, o dobro do permitido em legislação.

A pasta identificou também 17 mil pessoas que podem estar recebendo o benefício mesmo depois do falecimento. Foram analisados mais de meio bilhão de registros.

Se comprovadas as irregularidades, o Governo do Brasil poderá economizar até R$ 1 bilhão por ano. A Plataforma de Análise de Dados do Governo Federal (Govdata) está otimizando o trabalho ao permitir aos órgãos da União o acesso a diversas bases de dados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Justiça Federal suspende benefício de ex-presidente a Lula.

Drauzio Varella: ricos 'não deveriam usar o SUS'.

Antonio Fagundes é vítima de Fake News.