Jair Bolsonaro tem alimentação oral suspensa após distensão abdominal.

Boletim médico divulgado hoje pela equipe médica do hospital Albert Einstein informou que o candidato Jair Bolsonaro teve a alimentação oral suspensa momentaneamente devido ao surgimento de uma distensão abdominal. 

Segundo o hospital, essa distensão é um inchaço no abdômen, que ocorre pelo acúmulo do ar. Trata-se de uma consequência de uma pequena redução nos movimentos do intestino.

O hospital informa ainda que o estado de saúde do paciente continua estável, sem febre ou outros sinais de infecção.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.