TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Imagem
 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, assinou ontem (21) uma resolução suspendendo as consequências legais para quem não votou nas eleições municipais de 2020 e não justificou ou pagou a multa. Entre suas justificativas, a medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas Eleições 2020, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade, obstáculos para realizarem a justificativa eleitoral”. O texto da resolução sobre o assunto considera ainda a “dificuldade de obtenção de documentação comprobatória do impedimento para votar no caso de ausência às urnas por sintomas da covid-19”. A norma não estipula prazo para a suspensão das sanções para quem não votou e não justificou ou pagou multa. A medida ficará vigente ao menos até que o plenário do TSE vote se aprova ou não a resolução assinada por Barroso. Isso não deve acontecer antes de fevereiro, devido ao rece

Bolsonaro convida Moro para ministro da Justiça; Lula recomenda calma ao PT e pede apoio a Haddad.

Notícias do Momento. Aqui você fica bem informado.
Inscreva-se no canal e ative o sino para receber notificações sobre novos vídeos.

Bolsonaro deve indicar Sérgio Moro para o Ministério da Justiça ou STF.

A gente começa está edição com a informação de que o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, pode ser o futuro ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro. Ontem à noite, o presidente eleito concedeu entrevista ao Jornal Nacional e disse que convidará Sérgio Moro para ser o futuro ministro da Justiça ou então o indicará para uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal.

Lula recomenda calma ao PT e pede apoio a Haddad

De Curitiba, o ex-presidente Lula recomendou que o PT espere baixar a poeira antes de definir sua estratégia política ante o governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Contra exílio ou cadeia, Boulos convoca manifestações.

O presidenciável Guilherme Boulos anunciou que várias cidades brasileiras terão atos nesta terça (30). O objetivo das manifestações é se contrapor ao discurso de  Bolsonaro que no último dia 21 prometeu "uma limpeza nunca vista na história desse Brasil."Entre o exílio e a prisão escolhemos a rua", disse Boulos.

Após denúncias de tortura, Exército abre inquérito para apurar caso

O Exército Brasileiro instaurou ontem um inquérito para investigar denúncias de tortura dentro do quartel, na Vila Militar, após uma operação do Exército no Complexo da Penha, em agosto. Segundo as denúncias, quatro presos informaram que foram espancados com pedaços de madeira e levaram chicotadas com fios elétricos dentro de uma sala vermelha na 1º divisão do Exército. O prazo para a conclusão do inquérito é de 40 dias.

MS vai apurar conduta de médica que condicionou alta de paciente a voto

A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (MS) informou que vai instaurar um procedimento administrativo para apurar a conduta da médica Beatriz Padovan Vilela - que, em um post no Facebook publicado neste domingo, 28, afirmou que a alta de paciente dependeria do voto de cada um, é atribuído à servidora. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?