Caetano Veloso, Maria Bethânia e Xuxa terão que "devolver o dinheiro da lei Rouanet

Notícias do Momento. Aqui você fica bem informado.

Integrante da base de apoio do presidente eleito Jair Bolsonaro, o ainda senador Magno Malta, que continua no exercício de seu mandato até o final do ano, uma vez que, não conseguiu se reeleger pelo estado do Espírito Santo este ano, disse ontem que a partir de janeiro do ano que vem o Congresso aprovará a posse de arma de fogo para o cidadão comum no país. Informação divulgada pela imprensa nesta segunda-feira.

Magno Malta fez um discurso no alto de um trio elétrico próximo a residência de Bolsonaro, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Na ocasião, o político disse ainda que não passarão no país propostas em direção a descriminalização das drogas ou do aborto.

O aliado de Bolsonaro disse também que Caetano Veloso, Maria Bethânia e Xuxa terão que "devolver o dinheiro da lei Rouanet. 

Malta afirmou que o país é cristão, formado por "católicos, evangélicos, judeus, homens e mulheres". Ele afirmou ainda que não é fake news a informação difundida pela campanha de que o kit anti homofobia tinha como objetivo "ensinar homossexualismo para crianças de seis anos".  Ao dizer isso, ele citou o nome da ministra Rosa Weber reiterando que a informação não é fake news. Malta  foi ovacionado pelo público e disse que os opositores de Bolsonaro atacam "valores de fé, de vida e da família" brasileira. As informações foram divulgadas pelo site Notícias ao Minuto.

Notícias do Momento

Comentários

Postagens mais visitadas