Bolsonaro diz que Temer deveria vetar reajuste dos ministros do STF.

Notícias do Momento. Aqui você fica bem informado.

A caneta só estará com Bolsonaro a partir de janeiro de 2019, até lá, o presidente eleito não pode fazer muita coisa. Ontem, Bolsonaro disse que se fosse o presidente Michel Temer vetaria o reajuste de 16% sobre o salário dos magistrados e da Procuradoria-Geral da República com base na Lei de Responsabilidade Fiscal. Questionado por um repórter durante entrevista a uma emissora de Televisão, o futuro presidente disse que, se a decisão estivesse em suas mãos, ele vetaria o aumento. A gravação foi publicada nas redes sociais de Bolsonaro. 

Jair Bolsonaro voltou a dizer que o STF é a classe que mais ganha no Brasil e que o reajuste do salário dificulta o discurso a favor da reforma da Previdência. O presidente eleito descartou que o Congresso vote esse ano uma emenda constitucional para alterar a Previdência, o que demandaria a suspensão da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro.

Bolsonaro negou que vá usar a reforma da Previdência apresentada por Temer e ressaltou que recebeu propostas de mudanças na legislação infraconstitucional que já tramitam no Congresso, mas que só deve apresentar uma proposta quando assumir o mandato. Em outro momento da entrevista, o presidente eleito disse que mudanças nas regras da aposentadoria devem respeitar os direitos adquiridos dos trabalhadores. Sobre a questão fiscal, Bolsonaro afirmou que orientou sua equipe econômica para aumentar a arrecadação sem elevar impostos. Disse, ainda, que vai buscar maior abertura comercial para o país como forma de estimular a economia. Com informações da Agência Brasil.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.