Lava Jato: Pezão é preso pela Polícia Federal no Rio de Janeiro.

Notícias do Momento - Aqui você fica bem informado.

É destaque na imprensa nesta quinta-feira. Operação Boca de Lobo, desdobramento da Operação Lava Jato, prende o governador Luiz Fernando Pezão. A operação cumpre mandados expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. 

A Boca de Lobo é baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro de Sérgio Cabral, que também está preso, de quem Pezão foi vice. O delator afirma que Pezão recebia mesada de R$ 150 mil quando era vice de Cabral.

O governador operava um esquema de corrupção próprio, segundo o Ministério Público Federal. De acordo com o MPF, apesar de ter sido homem de confiança de Sérgio Cabral e assumido papel fundamental na organização criminosa do ex-governador, inclusive sucedendo-o na sua liderança, Pezão operou esquema de corrupção com seus próprios operadores financeiros. Ainda segundo o MPF, há registros documentais, nos autos, do pagamento em espécie a Pezão de mais de R$ 25 milhões no período 2007 e 2015.

Pezão tem 63 anos, é economista e nasceu em Piraí, no Sul do estado, onde foi vereador por dois mandatos e prefeito por mais dois. No estado, Pezão começou a carreira no governo de Rosinha Garotinho, quando foi subsecretário de Governo e coordenação.

Pezão é o terceiro governador do Rio de Janeiro preso e o primeiro em cumprimento do mandato. Os ex-governadores Anthony Garotinho e Sergio Cabral foram presos. Também foram detidos, anteriormente, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani e vários parlamentares da Casa. Com informações do portal G1.

Obrigado pela audiência.
Inscreva-se e ative o sino para receber notificações sobre novos vídeos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.