Bolsonaro diz que insumos da CoronaVac chegarão nos próximos dias

Imagem
O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na tarde desta segunda-feira (25), que os insumos necessários para a fabricação da vacina CoronaVac estão próximos da liberação pela China e devem chegar ao Brasil "nos próximos dias". A informação, segundo o presidente, foi repassada pela Embaixada do país asiático.  Além dos insumos da CoronaVac, o presidente disse que os ingredientes farmacêuticos ativos (IFA) da outra vacina em uso no Brasil, a produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, também estão com trâmite acelerado para que possam ser enviados da China.  Com a chegada da matéria-prima das duas vacinas, tanto o Instituto Butantan quanto a Fundação Oswaldo Cruz poderão produzir, envasar e rotular milhões de doses da CoronaVac e do imunizante da AstraZeneca.   Também pelas redes sociais, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, compartilhou a publicação de Bolsonaro e destacou que o seu país continuará a ajudar o Brasil no combate à pandemia. Nos últi

Lula e Dilma viram réus em ação penal envolvendo integrantes do PT.

Notícias do Momento - Aqui você fica bem informado.

A Justiça Federal recebeu uma denúncia e abriu uma ação penal por suposta organização criminosa contra integrantes da cúpula do Partido dos Trabalhadores. A denuncia foi recebida pelo juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal. Com isso, passam a ser réus na ação os ex-presidentes Lula e Dilma, os ex-ministros Antônio Palocci e Guido Mantega, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

O caso é conhecido como "quadrilhão do PT", porque se originou de um inquérito no qual integrantes de diversos partidos eram investigados por organização criminosa, mas depois foi dividido por partidos.

O PT divulgou nota na qual aponta "perseguição judicial" e afirma que ação penal é "resultado de um delírio acusatório do ex-procurador-geral Rodrigo Janot, sem qualquer base na lei". De acordo com o partido, "quem vem atuando como verdadeira organização fora da lei no país, já há alguns anos, são setores partidarizados do Ministério Público e do sistema judicial"

O advogado da ex-presidente Dilma disse que não vai comentar o caso. O advogado do ex-ministro Guido Mantega disse que também não vai comentar. O advogado de Antonio Palocci disse que seu cliente vai colaborar com a Justiça durante o processo. Em nota, o advogado de João Vaccari Neto, afirmou que seu cliente jamais integrou organização criminosa e que irá demonstrar isso durante o processo. A defesa do ex-presidente Lula ainda não se pronunciou. Com informações do portal G1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?