Mourão defende 'corredor de escape' para Maduro.

Notícia - O vice-presidente general Hamilton Mourão disse ontem, em entrevista ao programa do jornalista Roberto D'Ávila, na GloboNews, que deve ser criado um "corredor de escape" para o presidente Nicolás Maduro "e seu pessoal" deixarem a Venezuela.

Questionado sobre o risco de uma eventual guerra civil na Venezuela, Mourão disse:  "Eu ainda julgo que a grande missão que os outros países têm é oferecer uma saída para o Maduro e seu pessoal. Tem que ter um corredor de escape", afirmou o vice-presidente.

Mourão lembrou que na Guerra do Paraguai, o marechal brasileiro Caxias deu a possibilidade de escapada para o líder paraguaio, Solano López.

Mourão, nesta semana, é o presidente da República em exercício, com a viagem de Jair Bolsonaro para participar do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. Com informações do portal G1.

Obrigado pela audiência.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.