Caso Bernardo Boldrini: julgamento começa hoje e deve durar cinco dias.

Ocorre nesta segunda-feira (11/03) o julgamento de um dos casos que mais abalaram o país. Quatro  réus denunciados pela morte do menino Bernardo Boldrini, de 11 anos, estarão diante da juíza, do promotor, dos advogados e do júri. O crime ocorreu em abril de 2014. 

O pai do menino Bernardo, a madrasta e um casal estarão no banco dos réus. 

O julgamento deve durar cinco dias. O pai de Bernardo, Leandro Boldrini, a madrasta, Graciele Ugulini, e os irmãos Edelvânia e Evandro respondem pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e falsificação ideológica.

O corpo da criança foi encontrado 10 dias depois, em uma cova vertical, à beira de um riacho. Pelas investigações, o menino recebeu uma injeção letal. Leandro Boldrini, o pai de Bernardo, é médico.

Dezoito testemunhas prestarão depoimentos, sendo cinco arroladas pela acusação, nove pela defesa de Leandro Boldrini e quatro pela defesa de Graciele Ugulini. Em seguida, haverá o interrogatório dos réus. O Conselho de Sentença é formado por sete jurados, que serão conhecidos em sorteio nesta segunda-feira. O grupo deverá manter-se incomunicável.

Obrigado pela audiência.

Comentários

Postagens mais visitadas