Estudante voltou para a escola em busca da namorada e foi morto no massacre de Suzano.

Ainda estamos muito chocados com o triste e recente caso envolvendo alunos e funcionários da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano. Novas informações vão sendo divulgadas pela imprensa a todo instante.

Recentemente foi divulgado que um estudante, identificado como Douglas Murilo Celestino, de 16 anos, foi uma das vítimas fatais do massacre em Suzano. A principio, ele tinha conseguido escapar dos atiradores, mas, resolveu voltar para ajudar sua namorada, identificada como Adna Bezerra, também de 16 anos, e acabou se tornando mais uma vítima dos assassinos. Ele chegou a ser socorrido ao Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, mas não resistiu. 

O corpo de Douglas está sendo velado em uma igreja, no Parque Maria Helena, em Suzano. A namorada dele está internada na UTI do Hospital das Clínicas em São Paulo e segundo a Secretaria Estadual de Saúde, seu estado é estável.

Sete pessoas, sendo cinco alunos e duas funcionárias do colégio morreram no atentado. Em seguida, um dos assassinos atirou no comparsa e, então, se suicidou. Segundo a Polícia, os assassinos – Guilherme Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique, de 25, eram ex-alunos do colégio. Eles tinham um "pacto" segundo o qual cometeriam o crime e depois se suicidariam. Com informações do G1.

Obrigado pela audiência.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.