Chefe do tráfico do Morro do Chapadão morre após disparo acidental do seu próprio fuzil.

Uma notícia que ganhou repercussão nesta segunda-feira (22/04) é sobre o chefe do tráfico do Morro do Chapadão. Identificado como, César Augusto de Araújo, de 30 anos, mais conhecido como PQD, morreu ontem no Hospital Penitenciário do Rio. 

César, apontado como chefe do tráfico do Chapadão, foi ferido por estilhaços do seu próprio fuzil, que explodiu enquanto ele o manuseava. Os estilhaços da arma perfuraram o pulmão e o abdômen do traficante, segundo informações do telejornal 'Bom Dia Rio'.

PQD deu entrada em uma unidade particular em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

A polícia recebeu a informação que um traficante teria dado entrada em um hospital na Baixada Fluminense e começou a investigar, de acordo com o delegado Vinícius Domingos.

A informação de que o criminoso se feriu enquanto manuseava o próprio fuzil na quinta-feira (18), foi confirmada no local. Na ocasião, ao ser questionado sobre o ferimento, PQD disse que havia tido um "acidente de trabalho".

César Augusto havia sido preso em 2015 numa operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) onde foram presos outros homens da mesma facção. De acordo com a polícia, o traficante foi responsável pelos recentes ataques ao Morro do Cajueiro, em Madureira. A comunidade foi tomada por uma facção rival a de PQD, e ele queria retomar o território. (Com informações do portal G1).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.