Temer se entrega à Polícia Federal em São Paulo.

Cumprindo decisão judicial, o ex-presidente Michel Temer se entregou à Polícia Federal (PF) em São Paulo. Temer vai cumprir prisão após revogação do habeas corpus que o mantinha livre. Ele deixou sua casa, na Zona Oeste da capital, e seguiu escoltado até a Superintendência da Polícia Federal na tarde desta quinta-feira.

O ex-presidente é acusado de chefiar uma organização criminosa que teria recebido mais de R$ 1 milhão em propina nas obras da usina nuclear de Angra 3, operada pela Eletronuclear. Temer foi denunciado pelo Ministério Público pelos crimes de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro afirma que a soma dos valores de propinas recebidas, prometidas ou desviadas pelo suposto grupo chefiado por Temer ultrapassa R$ 1 bilhão e 800 milhões de reais.

Temer ficará preso na sede da Superintendência da Polícia Federal na Lapa, Zona Oeste da capital paulista. A defesa do ex-presidente pediu nesta quinta-feira liberdade ao Superior Tribunal de Justiça. No pedido de habeas corpus, o advogado diz que não há motivos para manter Temer preso porque os fatos apurados ocorreram há muito tempo. 

O ex-presidente Temer tem direito a uma sala de estado maior, o que não há no prédio da Lapa. Por volta das 18h25, ele deixou a sede da PF para fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal.

Além deste processo, Temer é réu em mais cinco ações na Justiça.

Obrigado pela audiência. Aqui você fica bem informado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.