Casal é preso por manter idosa em cárcere privado por 20 anos.

Notícias do Momento - Dona Iva da Silva de Souza, uma senhora de 63 anos de idade, teria sido mantida em cárcere privado por vinte anos. Ontem à noite, a Polícia Civil de São Paulo prendeu Écio Pilli Júnior, de 47 anos, e Marina Okido, de 65 anos. Eles são acusados de manter Iva em cativeiro. 

Dona Iva trabalhava como cuidadora e não recebia nenhum pagamento por isso. Pelo contrário, segundo a polícia, a idosa era mantida isolada em dois cômodos e era impedida de manter contato com outras pessoas. Além dessa situação lamentável, o casal teria usado os documentos da idosa para aplicar golpes na praça. Até abriram uma conta bancária em nome de Iva. E foi justamente porque estavam usando o nome da idosa no comércio que a Polícia chegou na casa dos suspeitos, no bairro João XXIII, em Vinhedo.

Ouça a reportagem completa no vídeo abaixo:

Ao chegar na delegacia, a idosa contou aos agentes que era obrigada a cuidar da mãe de Marina, uma idosa de 88 anos. A família de Iva havia dado queixa à polícia em razão do seu desaparecimento, no fim da década de 90, mas a mulher nunca foi encontrada. Eles moram na cidade de Colorado, no Paraná.

Écio e Marina foram indiciados em inquéritos por estelionato, tortura e cárcere privado. A investigação também vai apurar se outras pessoas sabiam da situação da vítima e acobertaram o caso.  Dona Iva foi encaminhada para um abrigo municipal. A polícia agora tenta encontrar os familiares dela no Paraná. Com informações do jornal Estadão.

Obrigado pela audiência

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.