Casal é preso por manter idosa em cárcere privado por 20 anos.

Notícias do Momento - Dona Iva da Silva de Souza, uma senhora de 63 anos de idade, teria sido mantida em cárcere privado por vinte anos. Ontem à noite, a Polícia Civil de São Paulo prendeu Écio Pilli Júnior, de 47 anos, e Marina Okido, de 65 anos. Eles são acusados de manter Iva em cativeiro. 

Dona Iva trabalhava como cuidadora e não recebia nenhum pagamento por isso. Pelo contrário, segundo a polícia, a idosa era mantida isolada em dois cômodos e era impedida de manter contato com outras pessoas. Além dessa situação lamentável, o casal teria usado os documentos da idosa para aplicar golpes na praça. Até abriram uma conta bancária em nome de Iva. E foi justamente porque estavam usando o nome da idosa no comércio que a Polícia chegou na casa dos suspeitos, no bairro João XXIII, em Vinhedo.

Ouça a reportagem completa no vídeo abaixo:

Ao chegar na delegacia, a idosa contou aos agentes que era obrigada a cuidar da mãe de Marina, uma idosa de 88 anos. A família de Iva havia dado queixa à polícia em razão do seu desaparecimento, no fim da década de 90, mas a mulher nunca foi encontrada. Eles moram na cidade de Colorado, no Paraná.

Écio e Marina foram indiciados em inquéritos por estelionato, tortura e cárcere privado. A investigação também vai apurar se outras pessoas sabiam da situação da vítima e acobertaram o caso.  Dona Iva foi encaminhada para um abrigo municipal. A polícia agora tenta encontrar os familiares dela no Paraná. Com informações do jornal Estadão.

Obrigado pela audiência

Comentários

Postagens mais visitadas