IURD é condenada por esterilização de pastores.

Oi pessoal. Obrigado pela sua companhia, sou Washington Luiz, repórter do canal Notícias do Momento. Ter um filho ainda é um sonho de muita gente. Mas se tivesse que fazer uma escolha e para isso fosse necessário desistir dele? Você aceitaria fazer vasectomia para atender aos propósitos de uma denominação religiosa? Esse é assunto deste vídeo, que tem como fonte uma matéria publicada neste domingo pelo jornal Folha de S. Paulo. O texto informa que a Igreja Universal do Reino de Deus está sendo condenada pela Justiça por esterilização de pastores. 

A IURD ainda responde ações judiciais por causa disso. Todas movidas por ex-pastores que teriam sido forçados ou pressionados pela igreja a fazer vasectomia. Uma prática, segundo eles, seria uma forma de garantir o ingresso, a permanência ou promoção no quadro da igreja. Nesse caso, abrir mão de gerar herdeiros seria parte de uma política de recursos humanos da instituição religiosa. 
O ex-pastor Clarindo de Oliveira, de 44 anos, por exemplo, deve receber R$ 115 mil em indenização por danos morais e materiais. Clarindo trabalhou para IURD de 1994 e 2010. O caso dele foi julgado pelo Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo recentemente. A desembargadora Silvana Ariano, que foi a relatora do caso. Em sua decisão, a magistrada disse que há a confirmação da “prática de imposição de vasectomia” pela Universal. 

O que diz a Igreja Universal sobre isso? A igreja disse que não impõe a vasectomia e que estimula o planejamento familiar dos casais. Ouça a reportagem completa no vídeo acima.

Obrigado pela audiência.

Comentários

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.