Ministério Público denuncia Romário em caso envolvendo acidente na Barra da Tijuca.

Bom dia. Hoje é quarta-feira, dia 05 de junho. 
Obrigado pela sua companhia! Vamos juntos.
É notícia, ganhou destaque, você confere aqui. 

O senador Romário, ex-jogador de futebol, foi denunciado à Justiça pelo  Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Para o Ministério Público, Romário tentou enganar autoridades que apuraram o acidente de carro em que ele se envolveu, em dezembro de 2017. Na ocasião, o ex-jogador estava no carro de Zoraidi, irmã dele. O carro em que estava Romário atingiu e feriu um motociclista na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, quando ele voltava de uma partida de futebol com amigos. 

Ocorre que Romário estava com a carteira nacional de habilitação suspensa, ou seja, não poderia estar dirigindo o veículo e Marcelo Antônio, amigo do ex-jogador, disse que estava conduzindo o veículo. No entanto, para o Ministério Público, com base em relato de testemunha, Romário e Marcelo mentiram sobre quem estava no volante.
A ação, proposta em março deste ano, se baseia em crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro e já foi recebida pelo Juizado Especial Criminal da Barra. Uma audiência sobre o caso está marcada para o dia 13 deste mês.

Se condenado, o crime pelo qual Romário responde prevê detenção de 6 meses a 1 ano, ou multa.  Mesmo envolvendo um senador da República – que tem foro especial, o caso seguiu para apuração no Juizado Criminal da Barra porque, segundo entendimento do Supremo Tribunal Federal, o foro se aplica somente aos crimes cometidos durante o exercício do cargo. Com informações do G1.

Obrigado pela audiência.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.