Cadela que atuou em Brumadinho morre após complicação de parto.

Morreu na última segunda-feira, a cadela Vênus. Ela teve complicações logo depois de um parto. Vênus atuou em fevereiro nas buscas pelas vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, no estado de Minas Gerais. O Corpo de Bombeiros informou que a cadela sofreu hemorragia interna após ser submetida a uma cesária e castração. 

O procedimento cirúrgico foi feito pela equipe do Hospital Veterinário da UFG. Eles tentaram reverter o quadro, mas a cadela não resistiu. Os três filhotes —duas fêmeas e um macho— passam bem.

Vênus tinha 6 anos. Ela começou a fazer buscas aos 11 meses e, com um ano, encontrou o primeiro cadáver durante ocorrência na região do bairro Santa Luzia, em Goiânia. De acordo com informações dos bombeiros, em 2016, a cadela desvendou um assassinato, em Lagoa Santa, ao encontrar a vítima enterrada em um fosso de 15 metros de profundidade. Vênus também foi treinada e certificada para busca de seres vivos. Em Brumadinho, ela atuou por dez dias em fevereiro, conduzida pelo cabo Veloso. Voltou a Minas em abril para trabalhar por mais 15 dias na fase mais técnica da tragédia. Com informações do jornal Folha de S. Paulo.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.