Gleisi Hoffmann é autorizada a atuar como advogada do ex-presidente Lula.

NOTÍCIA - Após ter seu pedido negado na primeira instância, a deputada federal Gleisi Hoffmann conseguiu autorização para atuar como advogada de Lula
Havia uma decisão, no caso, da juíza Carolina Lebbos da 12ª Vara Federal de Execuções de Curitiba,  que impedia que ela atuasse na defesa do ex-presidente, pelo fato dela também ser a atual presidente do Partido dos Trabalhadores e membro do Poder Legislativo, por conta disso, ela não poderia exercer a advocacia em casos de crimes contra a administração pública, segundo a magistrada.

No entanto, o entendimento da juíza não é o mesmo do desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Foi ele quem autorizou que a deputada atuar como advogada de Lula.

Sendo assim, a partir de agora, Gleisi Hoffmann passa a poder visitar o ex-presidente todos os dias. Antes, ela só podia vê-lo às quintas-feiras, no horário de visita convencional. Lula está preso desde abril de 2018, na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.