Bolsonaro diz que insumos da CoronaVac chegarão nos próximos dias

Imagem
O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na tarde desta segunda-feira (25), que os insumos necessários para a fabricação da vacina CoronaVac estão próximos da liberação pela China e devem chegar ao Brasil "nos próximos dias". A informação, segundo o presidente, foi repassada pela Embaixada do país asiático.  Além dos insumos da CoronaVac, o presidente disse que os ingredientes farmacêuticos ativos (IFA) da outra vacina em uso no Brasil, a produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, também estão com trâmite acelerado para que possam ser enviados da China.  Com a chegada da matéria-prima das duas vacinas, tanto o Instituto Butantan quanto a Fundação Oswaldo Cruz poderão produzir, envasar e rotular milhões de doses da CoronaVac e do imunizante da AstraZeneca.   Também pelas redes sociais, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, compartilhou a publicação de Bolsonaro e destacou que o seu país continuará a ajudar o Brasil no combate à pandemia. Nos últi

Huawei anuncia o próprio sistema operacional.

TECNOLOGIA - Agora é oficial. A  Huawei anunciou hoje seu novo sistema operacional. Com ele, a empresa vai substituir o Android em seus aparelhos.
Esse novo sistema operacional terá código aberto e funcionará em diferentes tipos de dispositivos, de celulares a carros, acessórios inteligentes e assistentes de voz residenciais. O sistema operacional da Huawei deve ser lançado para terminais de veículos e acessórios até o final deste ano e ser expandido para outros aparelhos nos próximos 3 anos.

O diretor da divisão de negócios informou que o consumidor da Huawei pode começar a usar o novo sistema em smartphones "a qualquer momento", mas, por enquanto, há prioridade para o Android.

O anúncio acontece em meio a entraves que a empresa chinesa enfrenta com o governo norte-americano. Em maio, a administração de Donald Trump incluiu a Huawei em uma lista de companhias que não poderiam fazer negócios com empresas americanas. Por causa disso, o Google cortou laços com a Huawei e as atualizações do Android nos celulares da chinesa ficaram rodeadas de incerteza.

Além do sistema operacional, a Huawei já está fabricando alguns componentes para seus celulares, como os processadores. A empresa é a segunda maior vendedora de smartphones do mundo e lidera o setor de equipamentos de telecomunicação. Com informações do portal G1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?