Por que Bolsonaro chamou Paulo Freire de energúmeno?

Oi pessoal. Nova declaração do presidente Jair Bolsonaro deu o que falar no início da semana. O presidente chamou o educador Paulo Freire de “energúmeno” e ainda disse que a programação da TV Escola “deseduca”. Bolsonaro fez as afirmações contra Paulo Freire e a TV Escola na saída da residência oficial do Palácio da Alvorada. 

Por que Bolsonaro chamou Paulo Freire de energúmeno? Com outras palavras, como se trata de uma palavra que possui vários sinônimos, fica difícil entender o que realmente Bolsonaro quis deixar a entender, no entanto, sabe-se que nenhum dos significados da palavra em questão pode ser considerado bom. Só para ter ideia, confira alguns: imbecil, ignorante, idiota, pateta, tonto, boçal, inepto, estúpido, tapado, besta, burro, estulto, abestado, desequilibrado, descontrolado, e ainda:  possuído, possesso, endemoniado. Ainda segundo Bolsonaro, Paulo Freire defende uma ideologia de esquerda, o que atrasou o desenvolvimento da educação no país, na visão do presidente.

Em 2012, Paulo Freire foi declarado o patrono da educação brasileira. O educador desenvolveu uma estratégia de ensino baseada nas experiências de vida das pessoas, em especial na alfabetização de adultos.
Para finalizar, sobre a TV Escola. O presidente defende a decisão do Ministério da Educação de não renovar o contrato e disse que a audiência da TV Escola é muito baixa. Segundo Bolsonaro, a educação do Brasil tem desempenho ruim por causa “dessas programações”. Na sua opinião, tinha uma programação “totalmente de esquerda”, que promovia “ideologia de gênero” com recursos públicos. Ainda de acordo com o presidente, as mudanças que a sua gestão implementa terão reflexos na educação num prazo entre cinco e 15 anos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.