Pular para o conteúdo principal

Conheça os 5 erros mais comuns na hora de fazer a mala.

Conheça os 5 erros mais comuns na hora de fazer a mala
Confira algumas dicas para não cometer erros na hora de fazer a sua mala.
Fazer a mala está longe de ser uma atividade agradável, porém é inevitável e requer planejamento, pois deixar para a última hora pode ocasionar o esquecimento de itens importantes, além de roupas desnecessárias incluídas.

Por isso, saber o que levar em viagens é essencial para que as férias sejam aproveitadas da melhor maneira possível, sem estresses desnecessários e tendo em mãos tudo o que precisará ser usado. 
Cinco erros cometidos ao fazer a mala

Há erros bastante comuns que são cometidos na hora de fazer a mala, porém, a boa notícia é que há como evitá-los de forma simples: apenas planejando melhor a arrumação da mala.

1 - Não verificar a previsão do tempo do seu destino

Esse erro prejudica toda a “construção” da sua mala de viagem, pois é por meio do clima que escolhemos quais roupas utilizaremos.

Por mais que você vá para um local normalmente quente, como o litoral, pode haver dias ou noites frias, chuvosas ou, até mesmo, rajadas de vento. Assim, é importante estar preparado, principalmente se a viagem for longa.

É bem fácil e rápido pesquisar sobre a previsão de tempo de um lugar, então anote para não esquecer de checar quando a data da sua viagem for se aproximando.

2 - Não dobrar as roupas da melhor forma

Por mais que fazer a mala não seja o seu hobby, não jogue as peças de qualquer jeito dentro dela. Pode parecer mais fácil agora, porém, certamente prejudicará. 

Ao entulhar os itens, há um risco grande de ter que pagar por uma mala extra no momento do embarque, pois, provavelmente, você não terá noção de quanto peso estará carregando. Além disso, não aproveitará os espaços da melhor forma e ainda terá dor de cabeça quando abri-la durante a viagem e não encontrar facilmente o que precisa.

Faça rolinhos de roupas, se possível, separando um look por rolinho, para economizar tempo. Caso necessário, use sacos a vácuo para diminuir o volume de peças grandes, coloque as meias dentro dos sapatos e deixe os cintos abertos.

3 - Levar muitos pares de sapatos

Ao menos que você esteja indo para alguma semana de moda, não há necessidade alguma de levar mais de três pares de sapato para a sua viagem: um tênis para caminhar, um sapato mais sofisticado para saídas noturnas, e uma rasteirinha ou chinelo para o dia a dia é mais que suficiente.

Além de os sapatos serem acessórios pesados, eles também são volumosos e nada maleáveis, ocupando um espaço enorme na mala que poderia ser melhor aproveitado por outros objetos mais úteis.

4 - Não armazenar os líquidos corretamente

Um dos maiores desastres que podem acontecer a uma pessoa que inadequadamente montou uma mala é se deparar, ao abri-la, com um shampoo, condicionador, creme hidratante ou outro tipo de líquido espalhado por todas as roupas, sapatos e demais acessórios.

Além de perder esses líquidos, boa parte dos seus itens precisarão ser lavados antes de utilizados, correndo o risco de alguns mancharem, a depender da cor do produto que tenha vazado.
Evitar que isso aconteça é bem simples: envolva as embalagens dos líquidos em sacos plásticos ou então coloque-os em recipientes que possuam travas antivazamento. 

5 - Levar roupas que amassam

Por último, escolher peças de roupa feitas de tecidos que amassam com facilidade é algo que nos arrependemos quando as vestimos e nos deparamos com seu péssimo aspecto. Tudo bem que há ferros na maioria dos hotéis e pousadas, porém, passar roupa não tem nada a ver com férias, né? 

Para que isso não ocorra, opte por roupas que não amassem, como as de viscose, acetato, acrílico, nylon e poliéster, tecidos práticos e bonitos. 

E, caso você tenha um evento mais sofisticado programado, procure levar a sua roupa, já passada, em um cabide próprio para viagens, assim, evitará imprevistos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Embora persista com o discurso mais amenizador no tocante a pandemia do novo coronavírus que já matou mais de 100 mil brasileiros,  a aprovação do presidente Jair  Bolsonaro subiu de 32% para 37%; 27% avaliam como "regular"; 34%, como "ruim/péssimo"; e 1%, "não sabe/não respondeu", esse é o resultado de uma pesquisa Datafolha publicada no site do jornal "Folha de S. Paulo". 
Segundo a pesquisa, essa é a melhor avaliação de Bolsonaro desde o começo do mandato. 
Ouça este podcast:

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?

O mundo tem sofrido muitas mudanças. Por conta destas mudanças, muitos acreditam que a segunda vinda de Jesus Cristo está bem próxima. Será que já estamos vivendo o Apocalipse bíblico? Bom! De tudo que já ouvi até hoje, apenas uma coisa é certa. A morte chegará em algum momento para cada um de nós, e não poderemos fazer nada. Ela poderia ser o fim, mas para quem crê, a morte é um novo começo ao lado de Deus.

Fim do mistério! Vídeo Som de trombetas vindo do céu em Jerusalém.

Recentemente fiz um post, que você pode ler na íntegra neste (link) comentando uma notícia falsa de que a Nasa tinha confirmado uma catástrofe no Brasil. Agora vou falar sobre um vídeo, intitulado: "Som de trombetas no céu de Israel", que foi publicado no Youtube no inicio do mês de outubro e já tem mais de 150 mil visualizações.

Lei sobre ‘chip da besta’ desrespeita à Constituição, diz PGL.

Cientista choca ateus ao confirmar que a oração tem o poder de curar doenças?

Papa Francisco vai visitar Congregação…

Você está no Cadastro Único do Governo Federal.

Os últimos dias têm sido difíceis para milhões de brasileiros devido a pandemia de coronavírus, que assola o mundo. Vivemos momentos de incerteza e diferente daqueles que tem condições de receber um tratamento adequado em caso de contaminação e até uma possível complicação do quadro desencadeado pela Covid-19, que pode ser fatal, sabemos que o sistema de saúde pública não terá condições de suportar uma demanda alta. E é por isso que somos obrigados a ficar em casa de quarentena.  Mas, além da Covid-19, temos outro problema. Como se manter durante a quarentena? Então! Eis que uma pequena luz se acende. Só que, ao que parece, esse auxílio ainda não chegou a milhões de famílias. Pais de família e donas de casa, trabalhadores informais e desempregados que todos os dias acessam o sistema e se deparam com uma mensagem que avisando: Você está no Cadastro Único do Governo Federal.As condições para recebimento do Auxílio Emergencial serão avaliados com os seus dados do Cadastro Único. Lembram…