Paciente medicada com cloroquina morre em São Paulo.

Uma mulher de 53 anos morreu em São Paulo, na madrugada desta sexta-feira, quatro dias após se tratar com cloroquina. As informações são da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo. 

De acordo com a coluna, a dona de casa Eliane Aparecida Gardin de Andrade, também estava sendo medicada com azitromicina e tamiflu, e tomava regularmente o medicamento losartana, por ter a pressão arterial alta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reinfecção por covid-19

Como comprar Bitcoin

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA