Bolsonaro diz que insumos da CoronaVac chegarão nos próximos dias

Imagem
O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na tarde desta segunda-feira (25), que os insumos necessários para a fabricação da vacina CoronaVac estão próximos da liberação pela China e devem chegar ao Brasil "nos próximos dias". A informação, segundo o presidente, foi repassada pela Embaixada do país asiático.  Além dos insumos da CoronaVac, o presidente disse que os ingredientes farmacêuticos ativos (IFA) da outra vacina em uso no Brasil, a produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, também estão com trâmite acelerado para que possam ser enviados da China.  Com a chegada da matéria-prima das duas vacinas, tanto o Instituto Butantan quanto a Fundação Oswaldo Cruz poderão produzir, envasar e rotular milhões de doses da CoronaVac e do imunizante da AstraZeneca.   Também pelas redes sociais, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, compartilhou a publicação de Bolsonaro e destacou que o seu país continuará a ajudar o Brasil no combate à pandemia. Nos últi

Carlão é assassinado a tiros em Nova Brasília, Campos, RJ.

Campos dos Goytacazes: Carlos Rocha Ritter, mais conhecido como Carlão de Nova Brasília, foi morto a tiros no portão de sua casa no final da tarde desta quinta-feira (28/05).
De acordo com informações preliminares, Carlão foi atender uma pessoa que o chamou e foi surpreendido. Carlão foi alvo de vários disparos. Ele chegou a ser socorrido, mas, infelizmente, não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no Hospital Ferreira Machado.

No momento, a Polícia Militar faz busca no bairro para identificar o suspeito.  
Há rumores de que pode ter relação política, uma vez que, Carlão era pré-candidato a vereador. No entanto, a motivação do crime será investigada pela Polícia Civil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?