Remédio Ivermectina NÃO é a cura contra o novo coronavírus.

No momento em que o mundo enfrenta uma pandemia causada pelo novo coronavírus, a divulgação de "fake news" pode trazer várias consequências para sociedade. Nesta publicação, será destacado uma notícia falsa que repercutiu bastante nas redes sociais nos últimos dias e que levou muita gente às farmácias para comprar um medicamento muito usado no tratamento da pediculose e sarna.

Ivermectina NÃO é a cura contra o novo coronavírus.
Um pequeno texto compartilhado nas redes sociais diz: "Remédio de piolho, sarna e fácil acesso é a cura contra corona vírus #Ivermectina. Cientistas australianos e brasileiros farmacêuticos. Jesus é bom." Como podemos observar, o texto, repleto de erros de português, traz uma informação falsa. Uma vez que, não há comprovação cientifica de que o medicamento seja a cura da covid-19, doença causada pelo coronavírus. Inclusive, recentemente, a Organização Mundial da Saúde se manifestou contra o uso de certos medicamentos apontados como cura da covid-19 sem o aval da ciência.

Por outro lado, é verdade que a Ivermectina tem mostrado uma ação sobre essa cepa de coronavírus que circula pelo mundo. No entanto, cientistas australianos disseram que, por enquanto, os estudos foram feitos apenas em células in vitro. Sendo assim, para comprovar a eficácia do medicamento Ivermectina contra o coronavírus são necessários mais testes.

Logo, a conclusão que chegamos é que essa história de que a Ivermectina é a cura contra o novo coronavírus é mais uma fake news que circula pelas redes sociais. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?