TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Imagem
 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, assinou ontem (21) uma resolução suspendendo as consequências legais para quem não votou nas eleições municipais de 2020 e não justificou ou pagou a multa. Entre suas justificativas, a medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas Eleições 2020, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade, obstáculos para realizarem a justificativa eleitoral”. O texto da resolução sobre o assunto considera ainda a “dificuldade de obtenção de documentação comprobatória do impedimento para votar no caso de ausência às urnas por sintomas da covid-19”. A norma não estipula prazo para a suspensão das sanções para quem não votou e não justificou ou pagou multa. A medida ficará vigente ao menos até que o plenário do TSE vote se aprova ou não a resolução assinada por Barroso. Isso não deve acontecer antes de fevereiro, devido ao rece

Senadora propõe estampar foto de Maradona em dinheiro da Argentina

Uma senadora argentina quer colocar Diego Maradona em uma nota da moeda do país e apresentou um projeto ao Congresso na segunda-feira (7) para estampar o astro do futebol em uma nota de 1000 pesos.

A nota, no valor de US$ 12,27 pela taxa de câmbio de ontem (7), apresentaria o rosto de Maradona de um lado e a foto de um de seus gols mais famosos do outro, disse a autora do projeto, a senadora Norma Durango.


Os dois gols mais famosos de Maradona ocorreram nas quartas de final da Copa do Mundo de 1986 contra a Inglaterra. No primeiro deles, ele superou o goleiro inglês Peter Shilton ao tocar com a mão na bola e no segundo driblou metade da seleção inglesa para marcar o que ainda é considerado um dos gols mais bonitos de todos os tempos.

A Argentina venceu a Copa do Mundo com uma série de atuações notáveis de Maradona, que morreu no dia 25 de novembro de ataque cardíaco aos 60 anos. "A ideia não é apenas reconhecer nosso ídolo mais importante, mas também pensar na questão econômica", disse Durango. "Acreditamos que quando os turistas vierem aqui, eles vão querer levar um 'Maradona' com eles."

Embora não estivesse claro qual dos dois gols seria estampado no dinheiro, alguns argentinos ficaram incomodados com a ideia de que o gol da 'Mão de Deus' figurasse em um documento oficial do governo, porque poderia ser visto como uma desculpa para a ilegalidade.

A senadora pela província de La Pampa disse que a decisão final será tomada pelos parlamentares, que devem ouvir sua proposta no início do próximo ano. A nota atual de 1000 pesos apresenta o pássaro símbolo do país, chamado de hornero.(Reuters/Agência Brasil)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?