Por mensagens, babá narrou em tempo real à mãe de Henry tortura do menino por Dr. Jairinho

Caso Henry Borel - Uma troca de mensagens entre Monique Medeiros da Costa Silva de Almeida, mãe do menino Henry Borel, e Thayná de Oliveira Ferreira, babá da criança, descreve em tempo real a suposta sessão de tortura praticada pelo padrasto, o vereador Dr. Jairinho, em 12 de fevereiro. A informação é do portal G1.

De acordo com a publicação, as agressões a Henry supostamente aconteceram em um quarto do apartamento que Dr. Jairinho e Monique viviam no Rio de Janeiro.

Ainda segundo informações do portal de notícias da Globo, os investigadores consideram as informações "absolutamente contundentes". Os prints dos diálogos de WhatsApp haviam sido apagados da galeria do telefone de Monique, mas a polícia conseguiu recuperar o conteúdo da conversa graças a um software israelense chamado Cellebrite Premium. ( Com informações do G1)

Dr. Jairinho e a mãe do Henry Borel foram presos, veja o vídeo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reinfecção por covid-19

Como comprar Bitcoin

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA