Músico de Jaú morre a caminho de internação em clínica de recuperação

A morte do músico Roberto Padrenosso Filho está sendo investigada pela Polícia Civil de São Paulo. Segundo informações do G1, um inquérito foi aberto. O músico de Jaú tinha 47 anos.

Betinho Padrenosso era transportado em um veículo para uma clínica de reabilitação em Valinhos (SP), mas chegou morto na cidade, segundo a polícia, que foi acionada por funcionários da Unidade de Pronto-Atendimento. O caso foi registrado na última segunda-feira (8).

Quatro pessoas que faziam o transporte de Betinho para a clínica de reabilitação foram presas em flagrante. Uma quinta pessoa também estaria no veículo, mas ela ainda não foi localizada.

Ainda de acordo com informações da polícia, os quatro homens disseram que Betinho Padrenosso se jogou do veículo, porém, o caso foi registrado como homicídio e os suspeitos ainda serão investigados por sequestro e cárcere privado.

Dois dos suspeitos foram liberados em audiência de custódia e outros dois tiveram a prisão preventiva decretada. Eles estão presos em Campinas. Segundo a polícia, as pessoas que buscaram Betinho Padrenosso em Jaú não têm habilitação e nem credenciamento para realizar esse trabalho. Além disso, o transporte foi feito em um veículo inadequado. 

*Com informações do G1.

Comentários

O Caçador de Recompensas (1972) | Filme de Faroeste Dublado