5 perguntas que você deve fazer antes de comprar uma empresa

Comprar uma empresa já consolidada pode ser uma boa oportunidade de negócio. Para isso, algumas questões importantes devem ser observadas.

O mundo dos negócios é cheio de oportunidades para quem quer empreender. Uma delas é comprar uma empresa ou negócio que já está em funcionamento. Essa saída é ideal para aqueles que querem investir já com um ponto de partida ou mesmo para quem deseja ampliar suas atividades.

Contudo, para essa ser mesmo a decisão mais acertada é preciso bastante atenção em alguns pontos dessa negociação. Vejamos agora 5 das principais perguntas que você deve fazer antes de comprar uma empresa ou negócio.

1. Você tem os conhecimentos e habilidades necessárias para lidar com a empresa?

O primeiro passo antes de adquirir uma empresa é avaliar suas condições pessoais. Isso inclui analisar desde se você tem afinidade com o negócio até sua capacidade de lidar com ele, seja gerenciando, seja para delegar esta função. Avalie ainda com que tipo de apoio você pode contar, como família, por exemplo. O ideal é optar por um nicho que você já atue ou, pelo menos, tenha algum conhecimento ou que vá ter um bom suporte.

Outro ponto a avaliar é a sua capacidade de se adequar ao negócio que pretende comprar visto que, se a empresa for essencialmente operacional, você não terá a alternativa de realizar grandes mudanças. Isso porque, nesse caso, mudanças muito drásticas podem afetar os clientes atuais e sua reputação no mercado. Assim, é melhor que você seja capaz de se adequar facilmente ao funcionamento atual da empresa.

2 . Você tem acesso ao capital necessário para comprar uma empresa?

Para saber se você tem o montante necessário para comprar uma empresa, lembre-se que, além do dinheiro para a negociação, você deve incluir nesse cálculo: capital de giro para cobrir despesas com folha de pagamento, estoque, serviços públicos, aluguel, entre outras.

Assim, avalie com cuidado se os recursos que você dispõe ou pode acessar são realmente suficientes, não só para adquirir, mas para manter o negócio que pretende comprar.

3. Quanto custa a empresa que você pretende comprar?

Uma boa forma de chegar a um valor justo ao calcular o preço de venda de uma empresa é através de um método de avaliação. Dentre esses métodos, podemos citar:

● Abordagem de ganhos capitalizados, que avalia o retorno esperado sobre o

investimento;

● Método de ganhos excedentes, que avalia o retorno sobre o investimento, mas

divide o retorno de ativos e os ganhos de outra natureza;

● Método de ativos tangíveis, abordagem que avalia o valor da empresa com base nos

chamados ativos tangíveis.

Além do resultado dessa avaliação, você pode consultar os atuais demonstrativos financeiros da empresa. Peça para ter acesso aos demonstrativos, pelo menos, dos últimos três anos. É essencial ainda, observar se esses documentos foram auditados por uma empresa de contabilidade com experiência comprovada.

Mesmo que confiar na avaliação do dono seja um sinal amigável, é melhor prezar pela segurança do negócio, garantindo a confiabilidade dos dados apresentados.

Caso a auditoria não tenha sido feita, veja se o proprietário oferece alguma resistência que ela seja feita, disponibilizando-se para viabilizar uma auditoria independente. Isso pode demonstrar se o dono atual tem algo a esconder e se é melhor desistir da compra.

4. Quanto de retorno comprar uma empresa trará sobre seu investimento?

Alguns dos métodos de avaliação de empresa dão uma boa noção do retorno esperado sobre o investimento que você fará ao comprar uma empresa. Assim, com esses dados em mãos você pode analisar se o retorno previsto está de acordo com o que você deseja receber.

Contudo, além do valor sugerido pela avaliação é preciso considerar outras variáveis. Simule, por exemplo, o que ocorreria com o fluxo de caixa do negócio caso as vendas ficassem abaixo das metas e avalie como você conseguiria lidar com essa situação e com o retorno financeiro que receberia.


5. Por que a empresa está à venda?

Outro ponto crucial a ser avaliado quando se pretende comprar uma empresa é o porquê dela estar à venda. As razões podem ser simples como a vontade do proprietário de se aposentar ou mesmo o cansaço de lidar com o negócio. Contudo, outras razões podem ser mais complicadas como, por exemplo, alguma mudança que está para acontecer na região e que pode afetar o negócio.

Assim, além de construir uma relação de confiança com o dono para que ele possa ser verdadeiro ao colocar os motivos da venda, é essencial fazer uma pesquisa na região e perceber se alguma mudança pode ocorrer ou mesmo se há algum problema em relação à reputação do negócio.

Ou seja, procure conversar com o dono, afinal ele é a pessoa que mais conhece o negócio, mas também busque outras fontes. Desta maneira será menos arriscado comprar uma empresa com problemas graves.

Portanto, se você está interessado em comprar ou vender uma empresa, ou mesmo saber como o Valuation pode contribuir para o crescimento do seu negócio, conheça a Capital Invest, consultoria líder em M&A.

Fonte: Capital Invest - assessoria especializada em fusões e aquisições.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reinfecção por covid-19

Como comprar Bitcoin

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA