Ministro do STF condena uso das Forças Armadas para desacreditar processo eleitoral

Por que as Forças Armadas teria intensão de atacar o processo eleitoral? Esse é um questionamento que surge após o ministro Luís Roberto Barroso ter afirmado que há no cenário político brasileiro intenção de usar as Forças Armadas para atacar o processo eleitoral no País. 

Neste domingo (24), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) voltou a defender a integridade das urnas eletrônicas e condenou tentativas de politização dos militares.

O ministro participou de um evento virtual promovido pela universidade alemã Hertie School, de Berlim. Sem citar o presidente Jair Bolsonaro, Barroso falou de exemplos que fazem referência às críticas que o Chefe do Executivo tem feito às urnas eletrônicas e à necessidade de as Forças Armadas acompanharem todo o processo de perto.

Barroso disse que desde 1996 não tem nenhum episódio de fraude. "Eleições totalmente limpas, seguras. E agora se vai pretender usar as Forças Armadas para atacar. Gentilmente convidadas para participar do processo, estão sendo orientadas para atacar o processo e tentar desacreditá-lo", afirmou o ministro. A declaração de Barroso foi noticiada pelo jornal O Globo.

O ANJO E O BANDIDO | Faroeste com John Wayne | RESENHA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor Xavier e Magneto se casaram?

Morre Mauricio Torres, apresentador do "Esporte Fantástico".

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA