MEC retira R$ 220 milhões das universidades federais

Infelizmente, as universidades federais perderão R$ 220 milhões do orçamento discriminado. Essa retirada aprofunda a crise nas instituições, conforme relatou o reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Marcus Vinicius David em nota divulgada pelo jornal O Globo.

A informação sobre a perda de recursos foi anunciada nesta quinta-feira (09) pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

De acordo com o ministro da Educação, Victor Godoy Veiga, o bloqueio do orçamento na pasta, definido pelo governo há duas semanas, havia sido cortado pela metade. Com isso, o índice de 14,5% tinha caído para 7,2%.

Verba é Fundamental 

O orçamento discriminado é aquele na qual o governo federal consegue cortar porque não são gastos obrigatórios — como salários e aposentadorias. No entanto, essa verba é fundamental para o funcionamento das universidades. É com ela que se paga contas de água, luz, segurança e manutenção, além de investimentos em pesquisa, bolsas e auxílios a estudantes carentes. (Com informações do jornal O Globo)

Comentários

Postagens mais visitadas