Ministério da Saúde monitora incidência de hepatite aguda grave no Brasil

O assunto é importantíssimo! O Ministério da Saúde (MS) informou que tem acompanhado e monitorado a incidência de casos de hepatite aguda grave no Brasil. 

De acordo com o MS, o primeiro caso provável da doença, ocorrido no município de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul. A paciente, cuja idade não foi informada, apresentou sintomas de febre, icterícia, além de mal-estar e náuseas. Ela segue em recuperação, sendo monitorada pelas equipes de vigilância em saúde.

Os sintomas de hepatite aguda grave incluem alto índice de enzimas no fígado, vômito, diarreia, dores abdominais e icterícia (quando a pele e a parte branca dos olhos ficam amareladas). Ela se manifesta de forma muito severa e não tem relação direta com os vírus já conhecidos da hepatite.

Essa versão da doença acomete apenas crianças e adolescentes e tem se espalhado por pelo menos 20 países. No Brasil, já foram notificados 92 casos e seis óbitos suspeitos de serem provocados pela doença. Desses, 76 casos e os seis óbitos permanecem em investigação. (Com informações da Agência Brasil)

Comentários

Postagens mais visitadas