Empresários que defenderam golpe contra sistema democrático são alvos de busca da PF

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta terça-feira (23), mandados de busca e apreensão em endereços de oito empresários que compartilharam mensagens golpistas em um grupo em um aplicativo de mensagens. 

A PF cumpre determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. Segundo informações do portal G1, a decisão foi tomada na última sexta (19). Os mandados são cumpridos nesta terça-feira (23) em cinco estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Ceará.

Em sua decisão, o ministro Alexandre de Moraes também determinou: bloqueio das contas bancárias dos empresários; bloqueio das contas dos empresários nas redes sociais; tomada de depoimentos; quebra de sigilo bancário.

O site "Metrópoles" revelou mensagens que mostram que empresários apoiadores de Bolsonaro, candidato à reeleição, passaram a defender um golpe de Estado caso o ex-presidente Lula (PT), também candidato à Presidência, vença as eleições de outubro. Com informações do G1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reinfecção por covid-19

Como comprar Bitcoin

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA