Pai faz B.O. contra escola após imagem da filha ser usada pela campanha de Jair Bolsonaro

Pai faz Boletim de Ocorrência contra escola após imagem da filha ser usada pela campanha de Jair Bolsonaro. O caso ganhou repercussão e foi divulgado pelo portal de notícias da Globo. 

A criança aparece em um vídeo publicado pela campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) sem autorização prévia dos responsáveis. O pai da aluna, o músico Admilson Paiva, afirma que a escola onde a filha estuda levou os alunos, menores de idades, a um evento de campanha sem o consentimento dos pais.

Segundo o pai da aluna, o colégio havia informado apenas que faria um passeio por pontos turísticos de Brasília para uma gravação de um vídeo para a Copa do Mundo. Para o passeio, a instituição de ensino pediu que as crianças usassem camisetas da seleção brasileira.

A escola enviou para os pais um pedido de autorização para gravação de um videoclipe. No bilhete, o colégio escreveu que estava em "contagem regressiva" para o torneio de futebol e recomendou que as crianças estivessem na instituição às 7h30, vestidas com a camiseta do Brasil ou uniforme e que levassem lanche reforçado

As imagens foram divulgadas por Fábio Wajngarten, coordenador de comunicação da campanha do presidente, nas redes sociais e mostram Bolsonaro ao lado das crianças, muitas com camisas nas cores verde e amarela, no Palácio do Alvorada, cantando a música “Mostra tua força Brasil”. A publicação viralizou ao ser reproduzida por apoiadores do presidente.

"Minha filha vai fazer 10 anos agora. Nunca teve rede social. Sempre tentamos preservá-la. Agora, me sinto mãos atadas, porque não consigo resolver essa situação. As imagens já reverberaram mundialmente", acrescentou o músico.

Outro lado: até o momento a escola CCI não se pronunciou sobre o caso. 

E aí? O que você achou disso? Diz aí nos comentários! 

* Com informações do G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Professor Xavier e Magneto se casaram?

Morre Mauricio Torres, apresentador do "Esporte Fantástico".

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA