Gilmar Mendes decide garantir o Bolsa Família no último dia do STF

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, tomou uma decisão que deve ajudar o presidente eleito Lula a cumprir uma de suas principais promessas de campanha: garantir o mínimo para o sustento de milhares de famílias que dependem do Auxílio Brasil, que voltará a se chamar Bolsa Família em breve.

Mendes autorizou o governo eleito furar o teto de gastos para garantir assistência aos brasileiros em situação de extrema pobreza e pobreza, com renda per capita inferior a R$ 89 e R$ 178, respectivamente. O ministro  tomou a decisão já no fim da noite de domingo. A partir de terça-feira (20), a Corte entra em recesso. As atividades serão retomadas em fevereiro de 2023.

A decisão de Gilmar Mendes não abre brecha para ser derrubada até lá. O ministro não encaminhou o caso para referendo do plenário físico ou virtual, que encerram a movimentação hoje. Até fevereiro, portanto, a autorização de Mendes permanecerá válida. 

Com informações do UOL

Comentários

Atenção! Por favor, observe que o conteúdo deste site é protegido por direitos autorais. Não é permitido o uso não autorizado do conteúdo sem a permissão prévia do autor. Caso tenha interesse em utilizar alguma parte do conteúdo, por favor, entre em contato pelo e-mail momentoverdadeiro@gmail.com para mais informações. Agradecemos a compreensão.

Seguidores

Postagens mais visitadas deste blog

Escândalo de estupro envolvendo Daniel Alves: Tatuagem expõe mentiras do jogador

Jovem relata como sobreviveu ao incêndio na Boate Kiss em Santa Maria (RS).

Vocalista da banda Gurizada Fandangueira contou sua versão sobre o incêndio na Boate Kiss.