Acidente com Thor Batista deve ser arquivado em abril

(Divulgação/internet)

No dia 17 de março de 2012, o empresário Thor Batista, filho mais velho de Eike Batista e Luma de Oliveira, se envolveu num acidente que resultou na morte do ajudante de caminhoneiro Wanderson Pereira dos Santos.

Neste sábado a coluna “Lei e Negócios”, do portal “iG”, informou que o caso pode ser arquivado já no próximo mês, em abril. Isso porque se a perícia confirmar que Thor estava dentro da velocidade permitida na Rodovia Washington Luís – que era de 110 km/h— seria mais uma prova em favor do filho de Eike Batista, já que a Polícia Civil do Rio de Janeiro informou na semana passada que o laudo de exame toxicológico do Instituto Médico Legal (IML) indicou a presença de álcool no sangue do cicilsta.

“O caso está pendente das perícias porque o próprio delegado [Mário Arruda, da 61ª DP Xerém] declarou que a vítima estava no meio da pista. Agora tem que esperar sair esse laudo. Se comprovar que Thor não corria, no âmbito penal, o caso será arquivado”, afirmou uma fonte ligada ao processo ouvida por Leis e Negócios.

As informações são do portal iG.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reinfecção por covid-19

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA

Como comprar Bitcoin