Denúncia que levaria a 'ossada de Eliza Samúdio' tinha outros fins, supõe delegado.


Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, continua desaparecida. Alex Araújo Soares, delegado da Polícia Civil de Minas Gerais, disse que a denúncia que mobilizou uma equipe (Corpo de Bombeiros e peritos Polícia Civil) a procura de restos mortais de Eliza Samúdio em um sítio que pertenceu ao goleiro, em Esmeraldas (BH), não deu em nada. Nenhuma ossada foi encontrada no local. 

Leia também:

O delegado concluiu que a denúncia pode ter sido feita com intenção de prejudicar o atual dono do imóvel. 

No momento - Bruno está preso aguardando julgamento.

Por: Washington Luiz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.