PM e criança mortos em tiroteio no Fórum de Bangu serão sepultados nesta sexta.

Notícias do Rio de Janeiro - Nesta sexta-feira, 1º de novembro, véspera do feriado de Finados, as vítimas fatais da troca de tiros entre criminosos e policiais durante uma tentativa de invasão ao Fórum de Bangu, na Zona Oeste do Rio, serão sepultadas.
Segundo informações do portal de notícias da 'Globo', o g1.globo.com,  o corpo do menino Kayo da Silva Costa, de 8 anos, está sendo velado na capela Moça Bonita e será sepultado no Cemitério Murundu, em Padre Miguel, às 11h.  O terceiro sargento Alexandre Rodrigues de Oliveira, de 39 anos, será velado na capela C do Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, e o enterro está marcado para às 15h30.

Ontem à tarde a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) informou que quatro homens armados entraram no Fórum de Bangu, na zona oeste da cidade, para tentar resgatar um preso que ia prestar depoimento. Pelo menos quatro criminosos queriam resgatar Alexandre Bandeira de Melo, o “Piolho”, de 40 anos, apontado como chefe do tráfico do Morro do Dezoito. Ele foi preso em 2012 em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. 
Câmeras do circuito interno de segurança do Fórum de Bangu, na Zona Oeste do Rio, flagraram a ação dos criminosos. Segundo a polícia, pelas imagens é possível identificar claramente o rosto dos três homens. “As imagens mostram três homem ingressando no interior do fórum e mostram também uma cobertura por parte de outros marginais aqui no exterior”, contou o delegado Alan Costa, como mostrou o telejornal 'Bom Dia Rio'.

A ação foi em plena luz do dia - De acordo com a polícia, o bando parou o trânsito na rua do fórum e três homens armados de fuzis - um deles encapuzado - entraram no prédio pela porta da frente para tentar libertar dois presos que prestavam depoimento como réus.

Um policial correu para chamar os colegas, mas foi baleado e morto. Os seguranças dos juízes tentaram ajudar e começou um intenso tiroteio. Os criminosos fugiram pelos fundos do fórum e do lado de fora trocaram tiros com policiais que chegavam.

Segundo testemunhas, havia pelo menos mais oito bandidos dando cobertura ao grupo do lado de fora. Um homem ficou no meio do fogo cruzado. No confronto, Kayo da Silva Costa, de 8 anos, que voltava da aula na escolinha de futebol foi atingido e morreu no local.

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.