Declarada morta, jovem reaparece na casa dos pais.


São Paulo - O corpo de mulher esquartejado e jogado em um córrego na zona leste de SP não é o da estudante Jaqueline Agapito, de 25 anos, que estava desaparecida há três meses, informou o 'Brasil Urgente', da Band.

A polícia dava a identificação esclarecida por causa da semelhança das duas mulheres e aguardava somente o exame de DNA para a confirmação.

De forma surpreendente, porém, a jovem reapareceu na casa dos parentes durante o final de semana.

Douglas, irmão de Jaqueline, chegou a reconhecer mais de 70% do corpo como sendo da estudante. Agora, as investigações voltaram a estaca zero. Clique Aqui e Leia Mais Notícias. Curta o M.V no Facebook e siga no Twitter.
(Reprodução/Brasil Urgente - Band)

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.