Unicamp desmente boato sobre temporal devastador em Campinas.

No último mês de 2016, circulou pela internet uma informação falsa de que a Terra terá seis dias de escuridão. O boato deixou muita gente preocupada. Clique aqui para saber mais sobre os rumores de que a NASA teria confirmado seis dias de escuridão. Notícias falsas sobre catástrofes são recorrentes na web. 

No ano passado, publiquei um post desmentindo três boatos, todos envolvendo a agência espacial norte-americana, NASA. Confira neste link! Recentemente, começou a circular pelo WhatsApp, áudios com informações sobre um temporal devastador em Campinas. A previsão é de que o fenômeno deve atingir a cidade até fevereiro de 2017. "Para o final de janeiro e começo de fevereiro está previsto um temporal muito grande (...) um temporal devastador", informa o alerta, atribuído a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). 

Será que essa informação é verdadeira? A resposta é NÃO! Isso mesmo, o site da Unicamp divulgou uma Nota de Esclarecimento desmentindo o boato de que ocorrerá um temporal devastador em Campinas. "A Unicamp vem a público para desmentir boato que circula pelas redes sociais e aplicativos de mensagens “informando” que a Universidade previu a ocorrência de uma tempestade sem precedentes, em Campinas, para o final de janeiro ou começo de fevereiro", diz a nota.

"Nós não temos condições de fazer previsões com 20 dias antecedência. Se tivéssemos, seria uma maravilha, pois obteríamos muitos ganhos na agricultura", explicou o professor Hilton Silveira Pinto, ex-diretor e atual pesquisador convidado do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Aplicadas à Agricultura (Cepagri), esclarecendo que qualquer previsão sobre chuvas que supere cinco dias "ou é especulação ou má fé".

Conclusão: esta história sobre grande tempestade em Campinas é BOATO.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações da Unicamp

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.